Uma Anáfora


Uma anáfora
‘ Porque cruzamos nossos braços diante de dificuldades,
Quando o maior de todos os homens morreu de braços abertos,
Pagando por nossos próprios pecados e maldades ?
Porque fazer guerra, quando podemos viver paz ?
Porque buscamos o ódio, quando podemos ter o amor ?
Porque nos desunimos por nossa cor ?
Porque fazemos bombas para matar milhões,
Quando podemos salvar bilhões ?
Porque queremos tanto chegar ao topo,
Se no final vamos ficar abaixo de todos ?
Porque levamos a vida tão a sério, se nós não vamos sair vivos dela ?
Afinal pra que estudar loucamente, buscando saber muito,
Quando na verdade nunca sabemos nada.
Porque temos medo de lutar e perder ?
Quando a verdadeira honra está em lutar pelo o que quer,
Não importa se acabar com uma derrota,
Pelo menos não desista da batalha de viver.
Porque nós, que fazemos o bem, devemos descansar,
Quando o mal não quer cessar ?
Porque detestamos a quem nos ama,
Quando temos a capacidade de amar também ?
Porque nos auto-classificamos como feios e bonitos,
Se aos olhos do criador somos todos lindos ?
Porque destruímos a natureza,
Mesmo sabendo que sem ela não podemos viver ?
Porque roubar, quando podemos doar ?
Pra que odiar quando se pode amar ?
Só sei que separados cairemos, e unidos venceremos.
Que a paz e o amor são muito melhores que a dor,
E que o melhor é viver apesar de tudo, neste mundo imundo. ’

Nenhum comentário: